Suspeito de participar do assassinato de mulher em Delmiro é preso

Ele deu detalhes do crime, que foi cometido por ele próprio e mais três comparsas, que seguem foragidos



Foto: Jota Silva

Já está na cadeia um dos suspeitos de participação no assassinato e esquartejamento de Maria Flávia Campos, conhecida como “Babalu”. Ele foi preso na tarde desta quarta-feira (14), em Delmiro Gouveia, próximo ao bairro Eldorado, após um trabalho de inteligência desenvolvido pela Polícia Civil em parceria com a Polícia Militar.


Segundo relato do delegado Rodrigo Rocha Cavalcanti em entrevista à Rádio Correio FM, na manhã desta quinta-feira (15), no momento em que foi abordado o suspeito confessou que já estava indo se entregar, pois não aguentava mais ficar foragido. A identidade dele não foi revelada.


Ainda conforme o delegado, ao ser preso ele deu detalhes do crime, que foi cometido por ele próprio e mais três comparsas, que seguem foragidos. “A motivação seria o furto de um celular. Inclusive a vítima teria passado a noite anterior ao crime em companhia de um desses algozes e com ele teve o desentendimento por conta do celular”, esclareceu o delegado.


Ele revelou também que o setor de inteligência da Polícia Civil segue trabalhando para encontrar os outros três envolvidos no crime e que as polícias de todo o Brasil estão atentas. “Vamos continuar trabalhando até que todos eles sejam presos e paguem pelo crime na forma da lei”, acrescentou Rodrigo Cavalcanti.


O corpo esquartejado de Babalu foi encontrado no dia 2 de abril deste ano, em um terreno baldio por trás da creche do conjunto habitacional Sônia Coco, conhecido como 369 casas, em Delmiro Gouveia.


*Com informações do Correio Notícia

0 comentário