Santana: Mulher que morreu em incêndio era idosa e cadeirante

Ainda segundo informações da polícia, a idosa que não sobreviveu era fumante, por isso, as autoridades acreditam que uma “bituca” de cigarro pode ser um dos indícios do incêndio


Foto: Alberto Santos / Cortesia

A mulher que teve o corpo achado carbonizado, na madrugada deste domingo (12), em uma residência em Santana do Ipanema, no Médio Sertão de Alagoas, trata-se de Neilsa Carlos dos Santos, de 74 anos.


Relatório da PM indica que, além desta idosa, outra chamada Creuza Elias dos Santos Jordão, também de 74 anos, estava na residência, mas conseguiu escapar com vida.


Ainda segundo informações da polícia, a idosa que não sobreviveu era fumante, por isso, as autoridades acreditam que uma “bituca” de cigarro pode ser um dos indícios do incêndio.


Em contato com um agente da polícia civil de plantão, a reportagem foi informada que o Instituto de Criminalística (IC) foi acionado para periciar o local. O resultado do levantamento será remetido a Delegacia Regional de Polícia (DRP), onde o responsável conduzirá um inquérito do caso.


Por Lucas Malta / Da Redação Alagoas na Net

0 comentário