PM e Bombeiros lançam serviço de resgate aéreo no Agreste e Sertão de Alagoas

Rapidez no atendimento vai garantir maiores chances de sobrevivência de vítimas de acidentes


Foto: Assessoria / SSP-AL

As regiões do Agreste e Sertão de Alagoas passarão a contar com mais agilidade no atendimento de vítimas de acidente, graças a uma parceria entre o Corpo de Bombeiros e o Grupamento Aéreo da Polícia Militar. O lançamento do serviço de resgate aéreo aconteceu nesta segunda-feira (23) na base aérea de Arapiraca.

A iniciativa vai garantir que ocorrências que exigem rapidez no atendimento e transferência de vítimas de acidentes para uma unidade hospitalar seja mais ágil e contribua com a melhoria do tempo resposta na chamada “Hora de Ouro”.


A celeridade neste primeiro atendimento pode aumentar em até 80% as chances de sobrevivência de uma pessoa que sofreu politraumatismo em um acidente automobilístico, por exemplo.

Este período é crucial para iniciar o cuidado definitivo ao doente traumatizado grave. A “Hora de Ouro” não se refere estritamente a 60 minutos, podendo variar de acordo com o caso e com base nos ferimentos sofridos.

Com o serviço de resgate aéreo lançado hoje, o primeiro atendimento será realizado pela aeronave Falcão 04, do Grupamento Aéreo, e por militares do 7º Grupamento do Corpo de Bombeiros antes da chegada das ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel (SAMU) ou do próprio Corpo de Bombeiros.

Segundo dados do Grupamento Aéreo, somente em 2020, mais de 1500 ocorrências referentes a acidentes no Agreste e Sertão necessitaram de atendimento de urgência, o que demonstra a importância do serviço que será realizado a partir de agora.

Segundo o secretário da Segurança Pública, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, tanto o Grupamento Aéreo quanto o Corpo de Bombeiros já atuam na região, mas agora unirão esforços para prestar este primeiro atendimento a vítimas de acidentes ou outro tipo de ocorrência.

“É muito bom estar aqui em Arapiraca lançando mais um benefício para a população, uma parceria entre o Grupamento Aéreo e o Corpo de Bombeiros que vai beneficiar o Agreste e Sertão. É um novo tipo de resgate que visa reduzir o tempo de atendimento de vítimas de acidentes. O grupamento aéreo já tem realizado um grande trabalho na região com a aeronave que atende todo o Agreste e agora está estendendo os serviços para prestar atendimento a vítimas de acidente. O Corpo de Bombeiros já cumpre esse trabalho diariamente, mas a união de forças vai salvar mais vidas”, destacou.

Por Vanessa Siqueira / Ascom SSP

0 comentário