“Outros reajustes virão”, diz Bolsonaro sobre preços de combustíveis

Presidente citou "previsão" de aumento no valor do barril de petróleo no mercado internacional e voltou a falar em "previsibilidade".


Crédito: Alan Santos

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta segunda-feira (8/2) que outros reajustes relacionados ao preço dos combustíveis ocorrerão nas próximas semanas.


Durante entrevista à TV Bandeirantes, o chefe do Executivo federal comentou que existe uma “previsão” de que o preço do barril de petróleo irá aumentar no mercado internacional, o que, segundo explicou Bolsonaro, terá impacto direto na Petrobras.

“Há uma previsão de um aumento do petróleo lá fora, aumentar em 10 dólares nas próximas semanas o preço do barril de petróleo lá fora, e isso vem quase que automaticamente para a Petrobras. A Petrobras tá diluindo esse aumento. Então, outros reajustes virão. E o que nós queremos é a previsibilidade”, declarou o presidente, em entrevista à TV Bandeirantes.

A declaração ocorre após a Petrobras anunciar, na manhã desta segunda, a elevação dos preços médios de venda às distribuidoras de gasolina, diesel e GLP. Os novos valores passam a vigorar a partir desta terça-feira (9/2).


O preço médio de venda de gasolina nas refinarias da Petrobras passará a ser de R$ 2,25 por litro, refletindo aumento médio de R$ 0,17 por litro. Já o preço médio de venda do diesel passará a ser de R$ 2,24 por litro, refletindo aumento médio de R$ 0,13 por litro.


Após o anúncio, as ações da Petrobras registraram queda na bolsa de valores, com os investidores preocupados com a transparência da estatal em relação à política de ajustes de preços de combustíveis.


Projeto de lei

Na semana passada, o presidente anunciou que pretende enviar um projeto de lei ao Congresso Nacional no qual sugere uma “previsibilidade” para o Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviços (ICMS), tributação relacionada aos combustíveis.


A proposta é que o imposto tenha um percentual aplicado no valor do diesel nas refinarias ou um valor fixo em cada litro de combustível, a ser definido pelas respectivas Assembleias Legislativas dos estados.


Fonte: Metrópoles

0 comentário