Neto defende paralisação do esporte: “Não precisa ter futebol”

Apresentador defendeu a decisão de paralisação do Campeonato Paulista pelo Governo do estado devido ao aumento de casos de Covid-19


Reprodução / Band TV

O futebol em São Paulo foi paralisado. Com o ápice da pandemia do novo coronavírus no estado e no Brasil, o Campeonato Paulista foi interrompido pelo Governo do estado. Decisão apoiada pelo apresentador Neto.


Durante o programa Os Donos da Bola desta quinta-feira (11/3), o apresentador criticou a possível realização dos jogos da competição no Rio de Janeiro.

“Se os clubes forem para o Rio de Janeiro, o Cristo vaza, o Pão de Açúcar derrete. Se for para o Rio, levar todo mundo de São Paulo , vai treinar onde, concentrar onde, em qual hotel? Como os times menores vão fazer isso? Sair de Mirassol para ir para o Rio de Janeiro. Então, não precisa ter o futebol”, disse.

O ex-jogador afirmou que o futebol não é uma necessidade pelo momento que o país passa.


“Se parar o futebol um mês, seis meses, qual o problema? O problema é que muita gente pode morrer de fome. Então tem que saber que planejamento vai fazer. Até agora, tudo deu errado: rodízio de carro, de metrô, ônibus, escola, construção de hospital. Daqui a pouco faz. Não deu para jogar o Paulista esse ano, joga ano que vem. Faz um planejamento diferente”, finalizou.

O Governo de São Paulo anunciou a paralisação do Campeonato Paulista e de competições esportivas no estado a partir do dia 15, até o dia 30 de março. Assim, a competição será interrompida após a disputa dos jogos deste final de semana, e a Federação Paulista estuda tentar a realização do torneio em outro estado.


Fonte: Metrópoles

0 comentário