Na Itália, Bolsonaro diz ter plano B para Auxílio Brasil


Foto: Divulgação / Presidência República

O presidente Jair Bolsonaro afirmou neste sábado (30) em Roma, na Itália, estar preocupado com a resistência no Congresso Nacional à PEC dos Precatórios, proposta que viabiliza o Auxílio Brasil de R$ 400. A informação é do portal Metrópoles. Segundo a publicação, o presidente também criticou a reação do mercado financeiro à dificuldade do governo em aprovar a matéria e sinalizou ter um plano B.


Em uma indireta ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), Bolsonaro disse estar preocupado com a falta de tempo hábil para aprovar a proposta no Congresso. “Acho que preocupa. O presidente do Senado vai estar em Glasgow (para a COP26) na próxima semana, e nós nos preocupamos porque o ano está acabando”, afirmou.


Questionado se tem um plano B para bancar o Auxílio Brasil de R$ 400, caso o Congresso não aprove a PEC dos Precatórios, o chefe do Executivo federal não quis dar detalhes, mas admitiu ter alternativa. “Sou paraquedista. Sempre tenho paraquedas reserva comigo, mas com muita responsabilidade”. “Quem raciocina, quem tem inteligência, sempre tem um plano B”, pontuou.


O titular do Planalto disse que não poderia falar diretamente de plano B, para não causar “rumor no mercado”, o qual criticou. “O mercado tem de entender que, se o Brasil for mal, eles vão se dar mal também. Parece até que somos um time jogando contra. Somos do mesmo time. O mercado, toda vez, nervosinho, atrapalha em tudo o Brasil”, disparou.


Por Bahia ba

0 comentário