Maia critica declaração de Bolsonaro: ‘Ataque direto e gravíssimo ao TSE’

O presidente Jair Bolsonaro havia dito que sem o voto impresso e as urnas auditadas "nós vamos ter problemas piores do que os Estados Unidos"


Crédito: Marcos Corrêa/PR

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), criticou a declaração do presidente da República, Jair Bolsonaro, que voltou a dizer que houve fraude na eleição americana e que as eleições de 2022 sem o voto impresso e as urnas auditadas “nós vamos ter problemas piores do que os Estados Unidos”. A frase repercutiu negativamente nos bastidores de Brasília.


A declaração aconteceu um dia após a invasão do Capitólio por extremistas apoiadores do presidente Donald Trump. Maia classificou a frase a “um ataque gravíssimo” ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e aos seus juízes. O democrata ainda cobrou que os partidos acionem a Justiça para cobrar explicações de Bolsonaro.


“A frase do presidente Bolsonaro é um ataque direto e gravíssimo ao TSE e seus juízes. Os partidos políticos deveriam acionar a Justiça para que o presidente se explique. Bolsonaro consegue superar os delírios e os devaneios de Trump”, criticou Maia em seu perfil nas redes sociais.


Fonte: Bahia. ba

0 comentário