Governo pede ajuda a diplomatas para comprar kit intubação ‘com urgência’

Remédios são utilizados para inserir o tubo e manter a ventilação mecânica de pacientes internados em UTIs com Covid-19


Foto: Divulgação/Sesab

O governo federal, por meio do Itamaraty, entrou em contato com diplomatas brasileiros em embaixadas e consulados do exterior para tentar comprar “com máxima urgência” medicamentos que compõem o chamado kit intubação. Os remédios são utilizados para inserir o tubo e manter a ventilação mecânica de pacientes internados em UTIs em estado grave com Covid-19.


De acordo com alerta feito ao governo por hospitais e associações, o estoque de analgésicos, sedativos e bloqueadores musculares está chegando ao fim no Brasil e a previsão é que eles durem apenas mais 15 dias. Entre os remédios estão besilato de atracúrio, midazolam, propofol e fentanila.


Conforme o Itamaraty, em mensagem enviada aos postos do exterior, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) teria feito consultas em outros países para adquirir os produtos, mas não obteve resposta. No pedido, o órgão quer que os diplomatas pesquisem “a possibilidade de fornecimento dos insumos”.


Fonte: Bahia.ba

0 comentário