Estados pressionam governo por mais doses da CoronaVac

Governadores se manifestaram nas redes sociais para cobrar a compra do imunizante pelo Ministério da Saúde.


Crédito: foto pública

Governadores de cerca de sete estados do Brasil pressionaram o Ministério da Saúde a adquirir a produção adicional do Instituto Butantan de 54 milhões de doses da vacina CoronaVac. Em mensagens publicadas em suas redes sociais, os governadores pressionam o governo federal a comprar o outro lote antes que o Butantan priorize diretamente os estados ou até outros países.


Segundo o portal IG, gestores como o governador do Piauí, Wellington Dias (PT), e Eduardo Leite (MDB), governador do Rio Grande do Sul, se manifestaram a favor da compra do imunizante pelo MS.


“Esperamos que o Ministério da Saúde entenda a necessidade de adquirir as 54 milhões de doses de vacinas para os estados cumprirem o Plano Nacional de Imunização”, afirmou Wellington.


“Confio na aquisição pelo Ministério da Saúde. Se não ocorrer, o RS já manifestou interesse”, escreveu Eduardo, destacando que a aquisição deve ser prioridade do MS.


Outros gestores que pressionaram o MS foram Renato Casagrande (PSB), do Espírito Santo, Waldez Góes (PDT), do Amapá, João Azevêdo (Cidadania), da Paraíba, e Renan Filho (MDB), de Alagoas.

0 comentário