Editorial: A importância de sanar possíveis ruídos


Prestes a completar um mês de gestão e com uma pandemia em meio ao início, a prefeita de Delmiro Gouveia, Ziane Costa (MDB), tem enfrentado um verdadeiro turbilhão de demandas.

Elas estão espalhadas em todos os setores da administração pública. Entretanto, após quatro anos longe do comando da cidade, a família Costa deu de cara com situações atípicas.


Uma delas é a pandemia da Covid-19, fator que tem cobrado dobrado e com intensidade, esforços da gestão, para que os casos da doença sejam controlados, afinal de contas, mesmo com o início da vacinação, o número de novos infectados e mortos têm aumentado.


A prefeita precisou deixar, mesmo que temporariamente, algumas peças da gestão do ex-gestor, Eraldo Cordeiro (PSD). Até porque, é preciso saber como as ações estavam sendo desenvolvidas.


Outro ponto que tem causado uma certa divisão social é o Projeto de Lei, aprovado na Câmara Municipal, em 24 dezembro de 2020, onde aumenta o salário da prefeita, do vice, de secretários e adjuntos. Sobre o tema, fui informado que o PL ainda não chegou à mesa da gestão.


De todos os fatos, politicamente analisados, o que dá para sentir neste termômetro inicial é que, com a mudança da forma da produção de conteúdo, onde todos emitem opinião, inclusive através das redes sociais, Ziane precisa sanar alguns ruídos.


Diálogo com os veículos de comunicação é imprescindível para qualquer gestor. Levando em consideração o que ocorreu na gestão anterior, onde as pessoas souberam através da imprensa das votações impopulares na Câmara, a exemplo do Custeio de Iluminação Pública, processos de improbidade administrativa, entre outros.


A população concedeu a oportunidade e, sem sombra de dúvidas, aguarda não apenas que os serviços essenciais sejam garantidos, mas que a gestão esteja humanamente mais próxima e que o processo seja uma via de mão dupla.

0 comentário