Democracia sepultada


Retirado do Google Maps

O voto cabresto ultrapassou às barreiras do período eleitoral e invadiu, de uma vez por todas, o legislativo da Terra do Pioneiro. Uma mudança no Regimento Interno, especificamente nos artigos 176 e 177, onde trata do voto deliberativo em várias pautas, os edis diminuíram de 2/3 (oito votos), para 3/5 (sete votos) necessários para aprovação.


Ao dizer isso, trago um momento da Casa Legislativa, onde os embates dos parlamentares estava acima da média. Dava gosto de ver as diferentes opiniões emitidas. Afinal de contas, a política é um belo espaço para discussão de melhorias.


Não tiro o estimável valor da Casa Legislativa para a cidade. Nela, muitas decisões assertivas contribuíram com o desenvolvimento social. Entretanto, não posso deixar passar em branco esse assassinato à democracia.


Agora, não teremos a oportunidade do princípio contraditório, esfriando o cenário, sem a chance de diálogo entre os próprios edis. Limitando ao sim, senhor! Uma estratégia, ao meu ver, perigosa. Nada como a presença do tempo!



0 comentário