CNI: 71% acreditam em recuperação da economia somente a partir de 2022

Segundo pesquisa, brasileiro está pessimista e cortando mais despesas


As expectativas da população brasileira para a retomada da economia não são muito animadoras, muito pela lentidão da campanha de vacinação e um recrudescimento da pandemia de Covid-19.


Um levantamento feito pela CNI (Confederação Nacional da Indústria) mostrou que 7 em cada 10 brasileiros dizem acreditar que a economia irá se recuperar só a partir de 2022.


Quando a mesma pergunta foi feita em julho do ano passado, 61% responderam que a economia brasileira deve se recuperar dos efeitos da Covid-19 em até dois anos ou mais.

“Só a imunização em massa da população vai recolocar o Brasil no caminho da retomada da economia”, disse Robson Braga de Andrade, presidente da entidade.


Os dados apontam que 83% dos entrevistados consideram o ritmo de vacinação no país lento ou muito lento e 21% dizem acreditar que serão vacinados apenas no ano que vem, segundo informações da Folha de S.Paulo.


Andrade, da CNI, ressalta que é preciso avançar na execução do Plano Nacional de Imunização, respeitando a ordem dos grupos prioritários, para que a população consiga recuperar a confiança.


O levantamento, feito em parceria com a FSB Pesquisa, aponta também o impacto da crise provocada pela pandemia nos salários, seja de quem tem carteira assinada ou não.


*Com informações do Bahia ba

0 comentário