Câmara aprova MP que permite privatização da Eletrobras


Foto: Divulgação/Eletrobras

A Câmara aprovou nesta segunda-feira (21), por 258 votos favoráveis e 136 contrários, a Medida Provisória que permite a privatização da Petrobras. Os deputados ainda apreciam os destaques apresentados ao texto do relator Elmar Nascimento (DEM-BA). Em seguida, a matéria segue para a sanção do presidente Jair Bolsonaro.


A estatal do setor elétrico é a primeira desestatização aprovada na gestão Bolsonaro. Junto com o ministro da Economia, Paulo Guedes, o titular do Palácio do Planalto mira alienar cerca de 20 ativos. Os próximos focos devem ser os Correios e portos.


De acordo com o texto, a União fica autorizada a conceder, pelo prazo de 30 anos, novas outorgas de concessões de geração de energia elétrica sob titularidade ou controle da Eletrobras. A desestatização será executada na modalidade de aumento do capital social. O governo não participará da compra destes papeis, passando a ter menos de 50% das açoes e, com isso, perdendo o controle da empresas.


Fonte: CNN Brasil

0 comentário