Alagoas registra mais oito mortes e confirma 433 novos casos de Covid-19

Há 8.677 casos em investigação laboratorial.


Crédito: Fotos públicas

Neste domingo, 10, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), através de seu Boletim Epidemiológico, confirma mais 433 novos casos de Covid-19 em Alagoas e outras oito mortes em decorrência da doença. Dessa forma, o estado tem um total de 108.542 casos confirmados e 2.561 óbitos pelo novo coronavírus até o momento. Há 8.677 casos em investigação laboratorial.


Do total de casos, 2.427 estão em isolamento domiciliar. Outros 103.193 pacientes já finalizaram o período de isolamento, não apresentam mais sintomas e, portanto, estão recuperados da doença.


Os casos confirmados de pessoas com a Covid-19 estão distribuídos nos 102 municípios alagoanos. Em relação ao quadro total de óbitos em Alagoas, estão confirmados 2.561 óbitos por Covid-19, mas, oito deles, eram de pessoas residentes em Pernambuco, São Paulo, Santa Catarina e Bahia, tendo como vítimas seis homens e duas mulheres. Dos 2.553 óbitos de pessoas residentes em Alagoas, 1.434 eram do sexo masculino e 1.119 do sexo feminino.


Eram 1.132 pessoas que residiam em Maceió e as outras 1.421 moravam no interior do Estado, segundo o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs), da Sesau.


Para ter acesso ao boletim epidemiológico, baste clicar neste link e baixar os dados da Covid-19.


Óbitos

As oito mortes que foram confirmadas, laboratorialmente, por causa do novo coronavírus, são cinco vítimas da capital alagoana e três do interior do Estado. As vítimas de Maceió eram três homens de 58, 64 e 89 anos e duas mulheres de 81 e 90 anos.


O homem de 58 anos, era diabético, tinha diabetes, hipertensão e morreu Hospital da Mulher (HM), em Maceió; o homem de 64 anos, tinha doença cardiovascular e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió; o homem de 89 anos, era hipertenso, diabético, cardiopata, obeso, tinha Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) e morreu na Santa Casa de Maceió; a mulher de 81 anos, tinha diabetes, pneumopatia crônica, depressão e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió; e a mulher de 90 anos, tinha diabetes, hipertensão, sequelas de um Acidente Vascular Cerebral (AVC), doença de Parkinson e morreu na Santa Casa de Maceió.


Fonte: Agência Alagoas

0 comentário